terça-feira, 11 de Novembro de 2014

Azagaia - As mentiras da verdade [Letra da música]

E se eu te dissesse
Que Samora foi assassinado
Por gente do governo que até hoje finge que procura o culpado
E que foi tudo planeado
Pra que parecesse um acidente e o caso fosse logo abafado
E se eu te dissesse
Que o Anibalzinho é mais um pau mandado
Que não fugiu da Machava mas foi libertado
Pelo mesmo sistema judicial que o tem condenado
E o mais provavel é que ele agora seja eliminado
E se eu te dissesse
Que Siba-Siba,
Coitado foi uma vitma
Da corja homicida
Que matou Cardoso na avenida
Não Anibal e a sua equipa
Condenados pelos media
Mas a mesma que deixou
Pedro Langa sem vida
E se eu te dissesse
Que Moçambique não é tão pobre como parece
Que são falsas estatísticas
E há alguém que enriquece
Com dinheiros do FMI,OMS e UNICEF
Depois faz o povo crer
Que a economia é que não cresce
E se eu te dissesse
Que a oposição
Neste país não tem esperança
Porque o povo foi ensinado a ter medo da mudança
Mas e se eu te dissesse
Que a oposição e o governo não se diferem
Comem todos no mesmo prato
E tudo esta como eles querem
E se eu te dissesse
Que a barragem Cahora Bassa não é nossa
É dum punhado de gente que ainda vai encher a bolsa
E se eu te dissesse que há jornais
Que fabricam informação
Pra venderem mais papel e ganharem promoção
E que são os mesmos que nos vendem
Aquela imagem de caos
Que transformam simples ovelhas em lobos maus
E se eu te dissesse
Que há canais de televisão comprometidos
Com o governo e só abordam os assuntos permitidos
Que esses telejornais já foram todos vendidos
Vocês só vêm o que eles querem
E eles querem os vossos sorrisos
E se eu te dissesse
Que o Sida em Moçambique é um negocio
ONGs olham pra o governo como um sócio
Refrão:
Porque nem tudo que eles dizem é verdade--é verdade
Porque nem tudo que eles não dizem não é verdade--é verdade (2x)
Eles fazem te pensar que tu sabes-- mas não sabes
Cuidado com as mentiras da verdade--é verdade
II
Se eu te dissesse
Que a historia que tu estudas tem mentiras
Que o teu cérebro é lavado em cada boa nota que tiras
Que a revolução não foi feita só com canções e vivas
Houve traição, tortura e versões escondidas
E se eu te dissesse
Que antigos combatentes vivem de memorias
Deram a vida pela pátria e o governo só lhes conta historias
Quantos nos dias de hoje dariam metade que eles deram?
Em nome de Moçambique, nem os que vocês elegeram
E se eu te dissesse
Que o deixa andar não deixou de existir
Veja os corruptos a brincar de tentarem se impedir
Comissões de anti-corrupção criadas por corruptos
A subornarem-se entre eles pra multiplicar os lucros
E se eu te dissesse
Que as vagas anunciadas já tem donos
Fazemos bichas nas estradas mas nem sequer supomos
Que metade das entradas pertencem a esquemas de subornos
Universidades estão compradas mas que raio de merda somos?
E se eu te dissesse
Que o teu diploma de engenheiro não é pra hoje
Enquanto saem 100 economista, engenheiros saem 2
Lares universitários abarrotados de gente
Vai ver as pautas a vermelho e os docentes indiferentes
E se eu te dissesse
Que neste país os estrangeiros é que mandam
Tem o emprego e o salário que querem ainda mandam
Meia dúzia de nacionais pra rua
É o neocolonialismo da maneira mais crua
E se eu te dissesse
Que a cor da tua pele conta muito
Quanto mais clara, mais portas que se abrem é absurdo
Os critérios de selecção pra emprego
Vais pra empresas tipo bancos e não encontras nem um negro
E se eu te dissesse
Que a policia da republica é uma comédia
São magrinhos, sem postura e se vendem por uma moeda
Agora matam-se entre eles traição na corporação
Afinal de contas quem é o policia, quem é ladrão?
E se eu te dissesse
Que há bancos que financiam partidos
E meia volta aparecem com os cofres falidos...
Refrão (ate ao fim)

Kid Mc - Olhar o pai [Letra da música]




Estrofe 1
Não sei, mas um dia serei
e aquilo que eu já percebo, pois não mais perceberei
Tentarei contornar, dar ao lado
para o Kid Jr não viver o que vivi no passado
O passado era presente
foi lá onde homens cometeram o que pagam em data recente
abandonaram mulheres, acumumularam filhos
cegos na disbunda que hoje em dia são os tchilos
os filhos tornaram-se adultos
e o pai que era jovem hoje é chamado velho caduco
talvez não tinha noção do que fazia
enchia balões de pendentes que mais tarde rebentaria
agora é acusado, julgado e condenado
por filhos cuidados e abandonados
e ninguém se faz de advogado
porque a defesa perde o peso diante da clareza dos factos
ai a sentença é definida
o abandono em muitos casos é a mais preferida
a rua local principal
e em duas cadeias que são a psiquiatria e o beiral
Estrofe 2
fazer o pai sofrer pelo que cometeu
sofrer pelo carinho que não me deu
por me abandonar enquanto era criança
a raiva e o rancor dão lugar a vingança
é o que mora no coração de um filho revoltado
vendo o pai como seu obstáculo
mas o contrário não seria solução?
cuidar do pai, dar uma chapada sem mão
existe lógica em pagar o mal com mal
só que antes da lógica existe a razão
hoje filhos, amanha pai seremos
estamos sujeitos a cometer o mesmo erro
o perdão nunca foi exagero
mas sim atenuante porque somos seres imperfeitos
o pai não honrou a família,
honre tu a sua para que o erro não se repita
não julgues para não seres julgado
irmão faça diferente, logo serás respeitado
se ontem ele trocou os filhos pela disbunda
então você troca a disbunda pelos filhos
Estrofe 3
Mas fora as frustrações
tu tens aquilo que te gera alegria e sensações
o teu dinheiro a tua mulher os teus amigos
a boa comida, os tchilos
aquela sexta feira em benguela
com uma namorada boa numa noite a luz de velas
tudo isso é uma maravilha
mas se o teu pai não te desse vida
isso não existiria
ele é teu pai, ama, não lhe trates mal
ele é mesmo teu pai
não é um simples dador
falo daquele homem que te registrou com o seu nome
a razão de abandonar a mãe, só eles dois sabem
a mãe nunca te contará
não o odeies por esta acção
filho, o pai não te deve satisfação
o que pai não fez, faz na tua familia
salva a honra da razão da tua vida
não gostaste de ser enteado
o teu filho também não gostará de ser enteado
pôr o pai a comer lixo por ai
como se fosse um insecto no capim
não o desprezes assim
bebado ou analfabeto, foi ele que te pôs aqui.
foi ele que te pôs aqui.

segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

Gabriel O Pensador - O Astronauta [Letra da Música]




Astronauta!
Tá sentindo falta da Terra?
Que falta
Que essa Terra te faz?
A gente aqui embaixo
Continua em guerra
Olhando aí prá lua
Implorando por paz
Então me diz:
Porque quê você quer voltar?
Você não tá feliz
Onde você está?
Observando
Tudo a distância
Vendo como a Terra
É pequenininha
Como é grande
A nossa ignorância
E como a nossa vida
É mesquinha
A gente aqui no bagaço
Morrendo de cansaço
De tanto lutar
Por algum espaço
E você
Com todo esse espaço na mão
Querendo voltar aqui pro chão?
Ah não, meu irmão!
Qual é a tua?
Que bicho te mordeu
Aí na lua?
Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...
Ah não, meu irmão!
Qual é a tua?
Que bicho te mordeu
Aí na lua?
Fica por aí
Que é o melhor que cê faz
A vida por aqui
Tá difícil demais
Aqui no mundo
O negócio tá feio
Tá todo mundo feito
Cego em tiroteio
Olhando pro alto
Procurando a salvação
Ou pelo menos uma orientação
Você já tá perto de Deus
Astronauta!
Então me promete
Que pergunta prá ele
As respostas
De todas as perguntas
E me manda pela internet...
Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...
É tanto progresso
Que eu pareço criança
Essa vida de internauta
Me cansa
Astronauta cê volta
E deixa dar uma volta na nave
Passa achave
Que eu tô de mudança
Seja bem-vindo, faça o favor
E toma conta do meu computador
Porque eu tô de mala pronta
Tô de partida
E a passagem é só de ida
Tô preparado prá decolagem
Vou seguir viagem
Vou me desconectar
Porque eu já tô de saco cheio
E não quero receber
Nenhum e-mail
Com notícia dessa merda
De lugar...
Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...
Eu vou prá longe
Onde não exista gravidade
Prá me livrar do peso
Da responsabilidade
De viver nesse planeta
Doente
E ter que achar
A cura da cabeça
E do coração da gente
Chega de loucura
Chega de tortura
Talvez aí no espaço
Eu ache alguma criatura
Inteligente
Aqui tem muita gente
Mas eu só encontro solidão
Ódio, mentira, ambição
Estrela por aí
É o que não falta
Astronauta!
A Terra é um planeta
Em extinção...
Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu! (2x)

sábado, 7 de Setembro de 2013

CMC-Jovens da Banda- Letra de Música

Artista: CMC - 
Música: Jovens Da Banda ft. Mashmira (Letra)
Prod. by: Mauro Feijo
Captação e Mistura: Ceezzy Music
Vozes adicionais: Divas; Green Eyez; Look 100 & Mashmira


["bridge"]

Somos jovens, somos fortes acreditamos no que podemos fazer…
Somos jovens da banda, somos. Jovens da banda.


[1VERSO - CMC]

Ponham mais fogo nessa brasa, eu já estou a vender o meu peixe…
Juventude avança, com incentivos como esse.
Numa Angola, com auto-estima tão em cima que não desce…
Se es jovens da banda, pega a camisola e veste.
1001 razões pra ser feliz…
O teu sorriso elimina qualquer cicatriz.
Causada pela história, mas fica pelo tempo…
Ser jovem da força, ao desenvolvimento.
Política é o sistema, tu é que fazes a vida.
Conseguiste emprego, traga o pão de cada dia-a-dia.
E quem não conseguiu ainda, continua a tentar...
Deposite a confiança em Deus, ele vai ajudar.
Lute pelos teus sonhos, sei que vais vencer...
Não te distraias, foca-te no teu dever.
E se pensas como eu, tens que perceber…
Que es mais importante, que aquilo que pensas ser.


[Coro]

Mashmira Somos jovens, somos fortes acreditamos no que podemos fazer…
Temos coragem, muita vontade com a nossa ajuda Angola vai crescer.
Somos Jovens da banda… Somos Jovens da banda…
Somos Jovens da banda… Somos Jovens da banda.


[2VERSO - CMC]

De Cabinda à Cunene, de Moxico à Benguela…
Fotografa e mostra quanto a tua Angola é bela.
Do pôr-do-sol do Granja, ao Miradouro da Lua...
Raízes do Imbondeiro em quedas de Kalandula.
E a Leba tem uma Serra que nos encaminha...
A conhecer a linda e angolana Welwitchia...
Beleza da Mumuíla, na dança do Tchingangi...
Ao ritmo do batuque, do reko e do kassange.
Mais velhos contam histórias, e nós como putos ouvimos…
Conselhos são tipo twitter,  ha-que seguirmos.
E não são só palavras, tem que haver acções...
Democracia, ouvir os gritos, dessas multidões.
Nah, não somos frustrados não…
Somos jovens da banda e queremos valorização.
E o angolano de verdade não finge…
Mesmo fora, o coração está sempre na nguimbi.

["bridge"] Mashmira:

Somos jovens da banda, todos nós somos irmãos…
Acreditamos na nossa nação.
E somos nós, que devemos… Cuidar, de Angola.

[Coro]

Mashmira Somos jovens, somos fortes acreditamos no que podemos fazer… Temos coragem, muita vontade com a nossa ajuda Angola vai crescer.
Somos Jovens da banda… Somos Jovens da banda…
Somos Jovens da banda… Somos Jovens da banda.

Green Eyez-NUMBER ONE- Letra de Música

Artista: Green Eyez
Música:Number One
Produzido Por Killahmap-
Misturada e Masterizada Por CMC -
Ceezzy Music e Aizen Recordz 


1 Verso


Cultivo o nosso amor mesmo sem
bumbar na lavra
Não sou mudo mas me deixas sem
palavras
Se achas que és muita areia pro meu
camião
Faço varias viagens e ate ando em
contra mão
Meu amor por ti e um recurso
inesgotável
Tar longe de ti é simplesmente
insuportável
O que sinto por ti não é apenas
amizade
Um segundo longe e já sinto saudade
O amor é cego então vou escrever em
braille
És o par perfeito pra qualquer baile
Sou capaz de tudo pra ficar ao teu
lado
Se te amar for crime me entrego eu
sou culpado


Coro


You, you are my number one, you are
my number,
you are my number one one one 2x



2 verso



Sem ti fico como Paris sem torre eifel
Teu beijo é tão doce teu batom deve
ser mel
Com certeza tu nasces-te a sorrir
Mesmo sem carta o meu amor te
deixo conduzir
Não és supermercado mas eu também
te quero
O meu perfume preferido é o teu
cheiro
Quando me negas um beijo entro
depressão
encontras-te o código do meu coração
Teu corpo tem uma sensualidade rara
Quando andas para te ver ate o
tempo para
És muito profissional velocidade 1000
do creu
Ando de avião mas é contigo que fico
no céu


Coro


You, you are my number one, you are
my number,
you are my number one one one 2x
Bridge
You are the number one, of my heart
of my life
Baby you, baby you are, baby you are
the number one,
Baby you are my number
Like you there is no one
Im so happy cause you are mine
You are my star you always shine 2x
Final Coro
You, you are my number one, you are
my number,
you are my number one one one 2x

CMC-Corno Vingador- Letra de Música

Artista: CMC - 
Título: Corno Vingador ft. MZ (Letra)
Prod: Tory Tracks
Captação e Mistura: Ceezzy Music
Coro: CMC e MZ

[1 verso]

Não preciso que digam, o que fazer convosco…
Já deu pra ver que sempre estivemos em lados opostos.
Que queimem no inferno, eu vos amaldiçoo …
E todo mal que me causaram, eu vos desejo um dobro.
Primeiro tu, sua rameira v#ca…
Cuspiste no meu amor, eu cuspo na tua r#ta
Terei o prazer de não ouvir as tuas desculpas…
E mostrar a tua mãe o quanto a filha é uma p###
E todo mundo já sabia, menos eu…
Falsidade cuspir no prato onde você comeu
Se já cansaste de mim, fala é lícito…
Mas virares qu#rra, é no mínimo ridículo.
Tu traíste a minha confiança e lealdade…
Por isso eu te desejo toda infelicidade.
Estás me a exigir respeito? … prefiro desprezar-te...
Busca respeito, nos outros tantos homens com quem deitaste.

[Coro] CMC e MZ
Às vezes a vida nos põem barreiras por sermos bons…
E a ganância manda a lealdade pra bem longe.
Apunhalaste-me pelas costas…
Agora é hora de saber o sabor da derrota.
Girl i'm so fuckin down with you...
You hurt me, i'm so fuckin down with you...
Yeah, girl i'm so fuckin down with You...
cuz you turn me bad... turn me bad... and 'ill be there.

[2 verso]
Eu não te conheço, nem és meu amigo...
Diabo que te carregue, não me importo contigo.
Todos sabem, do corno que me colocaste…
Mas ninguém imagina, o amor que tu mataste.
Dizes-te inocente, juras pela tua vida...
Um mulherão desses, não imaginaste que fosse comprometida?
Dizes que a culpa é dela, que ela te seduziu…
A aliança no dedo dela, você fingiu que não viu.
Planos p’ro futuro, todos fora da linha…
Com tantas miúdas por aí, só vistes mesmo a minha?
Pois p’ro  teu azar, eu sou tão insensível…
Se me vires na rua, é bom que sejas invisível.
A vida é um carrossel, montanha russa…
Se eu cair tu também cais, nem que a vaca tussa.
Não é da minha conta, ainda assim te aviso…
Vai fazer um exame, eu sou seropositivo.

[Coro] CMC e MZ 2x
Às vezes a vida nos põem barreiras por sermos bons…
E a ganância manda a lealdade pra bem longe.
Apunhalaste-me pelas costas…
Agora é hora de saber o sabor da derrota.
Girl i'm so fuckin down with you...
You hurt me, i'm so fuckin down with you...
Yeah, girl i'm so fuckin down with You...
cuz you turn me bad... turn me bad... and 'ill be there.
Girl i'm so fuckin down with you... You hurt me, i'm so fuckin down with you... Yeah, i'm so fuckin down with You... cuz you turn me bad... turn me bad... and 'ill be there.

CMC-Whatever-Letra de Música

Artista: CMC - Whatever (letra)
Prod. Lil Breezy (Moz)
Arranjos: Ceezzy Music
Captacao: CMC na Double J
Mistura e Masterizacao: Ceezzy Music

Confrontar o C, my nigga não é easy…
Rimas estão assanhadas, ilusão aqui no beat do Lil Breezy
Por isso dizem que eu sou cínico…
Afogo mcs no atlântico, e vou tchilar com os bros do índico
Nem eu me consigo perceber…
Tantos projetos juntos, perguntam-me como é que eu os consigo promover
Será que o nigga tem pegada, ou algo parecido…???
Avacalho todos mcs e desfilo tranquilo.
Até o meu puto Alirio diz: kota descansa um coxe...
Mas só vou descansar de vez, quando conhecer a morte.
niggaz n entendem quando eu digo:
Desenrasco, luto até que consigo.
Pior nigga pra teres como inimigo.
Queres desafio? no MIC eu não brinco.
Crio o meu próprio Hall Of Fame, a tua Crew não é SN Gang
Black Ink still the same
Hot pra c***lho, queimo o game... CMC é o name
e enquanto apontas os dedos aos meus, hahaah.. my nigga... im doing ma thing

[Coro]
Whatever Whatever, os niggas não entendem, então só já Whatever.
Whatever Whatever, eu tô com o boi do Dee nos meus cornos, Whatever.2x [2verso]


Mordo as vossas cadelas, pitt sem ser Brad…
Street nigga, eu tenho a verdade, Skil e swagg.
E eu só quero as blaquianas…
Não sou Paulo Coelho, mas essas lebres levam as minhas pauladas.
Ceezzy SongoKu, e o cabelo nem ta amarelo...
Posto no face, venho pra Angola, wake mcs cheios de medo.
Nigga não luta, pausa num canto, desista do Mic e não faz confusão…
Culpado é o Helder, era doente, deixou-me com o vírus da ilusão.
JB Young Street no hustle, DHL, Daniel Carter…
Produto na pasta, na caixa ou no saco… Confirma o Cliente, fiado eu não papo.
Em quanto lanço a mixtape do Mr. Microphone.
Mesmo sem o Kangamba, meu buzz ta enorme.
Blaquianas dão-me love, fuck pra o teu ódio…
Novela do Ceezzy, vida real, já estamos no terceiro episódio.
Siga no twitter, curta no face; Mas my nigga acredite…
até o diabo está com inveja da minha falta de limite.
Mz, sempre a give, Hate or Die, show respect…
Dj Nkkappa, Saqueadores, Ceezzy Music still na back.
Wayne Fava, boy Landrick, holla back pra o Green Eyez…
Black soldiers, OTP, Masta Ferp, Louis Max.

[Coro]
Whatever Whatever, os niggas não entendem, então só já Whatever.
Whatever Whatever, eu tô com o boi do Dee nos meus cornos, Whatever.2x [2verso]